sexta-feira, 21 de março de 2014

Ica:passagem para Huacachina ou Nazca


O maior atrativo de Ica é a Laguna de Huacachina. Enquanto você espera seu ônibus Cruz del Sur para Paracas ou Nazca aproveite para conhecer os bodegas da região. Contratei um carro com motorista que cobrou 40 PEN (duas pessoas) para nos levar a duas bodegas de pisco que ficam fora da cidade, inclusos o acesso a bodega e degustação. Uma mais artesanal e outra industrial. Na ida nos levou até o terminal rodoviário da Cruz del Sur e na volta nos deixou no Museu Regional de Ica. 

Bodega Lazo
Esta é a bodega mais artesanal, pertencente a mesma família por muitas décadas. O dono fica atendendo atras do balcão para quem quiser levar umas garrafas de pisco. Você sempre levará uma garrafinha.
            
entrada da bodega Lazo

A cara fechada do dono da bodega
                  
crocodilo empalhado
Decoração pitoresca

                               
    As pisqueras onde amadurece a bebida 
         
    Fazendo amigos na bodega
Bodega El Catador
A bodega El Catador é maior que a Lazo e possui uma produção mais industrial. Também possui muito mais turistas  visitando. Você faz uma vista guiada pelas instalações e depois vai para a degustação. 
El Catador
 Entrada da bodega
 Hora da prova
       
             La ruta del pisco
Outras bodegas indicadas para conhecer em Ica são a Haciennda Tacama Bodega, Bodega Ocucaje e Bodega Vista Alegre.
Museu Regional de Ica
Depois de visitar uma ou duas bodegas, provar pisco vá passar o seu tempo no Museu regional de Ica, que fica na Prolg. Ayabaca 8 San Isidro - Ica. O museu é pequeno, mas interessante. Mostra principalmente a cultura do povo Paracas. O ingresso custa 12 PEN ou R$ 9,70.
Dica preciosa: se você é estudante a carteirinha é muito bem aceita nos museus peruanos. Mas a carteira aceita é a internacional ISIC. Os ingressos custam metade do preço para que tem essa carteirinha, como meu filho Pietro. Contratamos uma guia por 15 PEN para nos mostrar o museu e nos contar mais da cultura dessa região do Peru. Além de muitos artefatos Paracas existe uma sala de múmias, em bom estado de conservação.
            
                   Museo Regional de Ica
Na saída do museu pegue um tuc tuc, aliás essa é uma atração a parte de Ica. Eles infestam a cidade buzinam o tempo todo para chamar sua atenção, para ultrapassa,, para pedir passagem, enfim, buzinar é uma instituição no Peru. Eles buzinam o tempo todo e por qualquer motivo. aliás até sem motivo. Os tuc tuc cobram apenas 2 PEN para se deslocar dentro da cidade.



Já na área central de Ica você pode dar uma paradinha no Centro Comercial del Sol, na Avenida San Martí. Nada de mais, apenas demos uma volta e comemos algo n praça de alimentação. Fomos caminhando pela Avenida San Marti até chegarmos a Iglesia de San Francisco de Assis.



            

      Uma quadra à esquerda você já estará na simpática Plaza de Armas de Ica. 
       

  

Confesso que foi aqui que descobri o doce mais gostoso do peru e fiquei viciada neles: a popular chocoteja pecana. Delícia! Um irresistível bombom de dulce de leite com nozes pecan com cobertura de chocolate. É divino! Custa 2 PEN.


Bom depois de desbravada Ica, que não tem muito para se ver, com exceção de Huacachina, fomos para o terminal rodoviário da Cruz del Sur esperar por nosso ônibus que somente sairia às 18h40.



Depois de uma espera de umas três horas o ônibus chegou e partimos em direção a Paracas, que fica apenas 75 km de Ica, as como os ônibus não podem passar dos 70 km por hora a viagem durou 1h30. chegamos às 20h15 em Paracas o terminal rodoviário nada mais é que um galpãozinho todo aberto, com uma bilheteria e um barzinho. Mas conto mais no post sobre Paracas e Islas Ballestras.

Passeio à pé no centro de Ica:


Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário