quarta-feira, 23 de abril de 2014

Para conhecer a Cidade Perdida dos Incas

Depois de recuperar um pouco seu fôlego frente a tanta beleza é hora de descobrir alguns tesouros de Machu Picchu. Sempre enevoada pela manhã pois situa-se a 2.350 km acima do nível do mar, o sol começa abrir mais perto do almoço com toda força.

Machu Picchu escapou de ser saqueada pelos conquistadores espanhóis pois ficava escondida no Vale de Urubamba. Historiadores dizem que MP era um local de culto, um centro de astronomia que perteceria ao nono imperador inca, Pachacútec.

MP foi descoberta em 1911 pelo explorador, professor e arqueólogo americano Hiram Bingham, que liderava uma expedição da Universidade Científica de Yale. Tinha como tradutor e guia um policial peruano.

A Cabana do Guardião
Essas cabanas eram pontos de vigilância pois tinham uma localização ideal para ver os pontos de acesso a cidade.

 




Templo das três janelas

O templo das três janelas fica no lado leste da Praça Sagrada, onde existem três paredes com três janelas. No solstício de inverno o sol entrava por estas janelas iluminando o recinto.

 

Praça Sagrada
A praça sagrada é rodeada pelo Templo das três Janelas. era usada para ritos cerimoniais







Templo do Condor

Este templo leva este nome devido duas lajes que formam uma figura estilizada de um condoe com as asas abertas, sendo a cabeça uma rocha encravada no chão. O arqueólogo americano achava que as masmorras subterrâneas eram prisões onde prisioneiros eram chicoteados. Historiadores atuais acham que os nichos eram para colocar múmias durante cerimônias dedicadas ao condor, cultuado como divindade pelos incas.

 



A Praça Sagrada

A Praça Sagrada é composta pelo Templo Principal, a Sacristia, a Casa do Alto Sacerdote, o Templo das Três Janelas e a Intihuatana,




A Tumba Real

Esses degraus representam três níveis da existência do universo inca: o mundo das trevas (representado pela  cobra), o presente (representado pelo Puma) e o mundo celestial (representado pelo condor).








Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário