sexta-feira, 16 de maio de 2014

Yanahuara, conheça esse outro lado de Arequipa

Uma boa opção para o período da tarde é fazer um city tour que você pode adquirir em uma das dezenas agências de turismos que ficam nos prédios coloniais que rodeiam a Plaza de Armas. Os ônibus saem da Plaza mesmo. Existem dois tipos de city tour.

O primeiro inclui conhecer a Plaza, arcos e mirante de Yanahura, Mirador de Carmen Alto e a fábrica de lã de camelídeos no Outlet Incapalca. Um pouco mais em conta que as lojas, mas o material é bem diferenciado das tendas de souvenires. comprei um cachecol masculino de vicuña que passou de 270 nuevos soles para 120 nuevos soles. Cerca de R$ 95,00. este city tour custa 30 soles ou R$ 23,00. Dura cerca de 2,5 horas e dá um passeio pelo centro histórico. Observe que você terá pego o city tour na Plaza de Armas e você apenas dá uma volta na quadra para pegar o acesso ao bairro de Yanahuara. Nada de parar nos locais históricos

O segundo city tour é um pouco mais longo. Faz todo esse circuito inicial e ainda passa pelo distrito de Sachaca, o Palácio Goyeneche, Balneário de Tinga, uma estrada paisagística, mansão do fundador  de Arequipa, Paucaparta (umas ruínas incas, mas se vc. já foi para Machu Picchu e Ollantaytambo esse é uma brincadeira de criança), Sambadía Morina (uma campina, algo como uma fazenda próxima aos vulcões onde você pode fazer um passeio a cavalo, pago a parte) e termina em um restaurante de comida Arequipeña (pago a parte também.
Esse passeio custa 45 soles ou R$ 35,00, somente transporte e guia. Minha opinião é que a primeira parte já está mais que bm visto que o passeio inteiro dura 4,5 horas e o mais interessante são os miradores (belvederes). Um coisa estranha acontece. Como turistas do city-tour 1 e 2 vão no mesmo ônibus, quando chega no fim da primeira opção, após o outlet, a guia pede para você descer do ônibus no meio do caminho. começam a parar táxis para te colocar dentro e ir até o centro histórico, no ponto de partida e pagam 15 soles ao motorista. então de 30 soles do passeio eles acabam pagando 15 para voc~e voltar pra a praça de armas ou ficar no caminho. Estranho, né?

Bom, mas vale a pena o city tour 1, pois assim você pega o ônibus e vai  partes mais distantes da cidade, onde estão os miradores (pontos de observação de paisagens). O táxi só vale a pena se você estiver com mais duas pessoas, senão fica muito caro. Além do mais terá nais tempo livre para usufruir da parte central de Arequipa que é muito mais interessante. Não há necessidade de reservar o city tour antecipadamente. É só você ir aos prédios ao redor da Plaza de Armas no Centro histórico que eles pulam em cima de você.

Yanahuara

Localizado no distrito de Yanahuara, um bairro de classe média alta distante uns 20 minutos do centro histórico de Arequipa.


A Plaza Yanahuara




Iglesia San Juan Bautista de Yanahuara






Os arcos de Yanahuara




Frases de escritores aequipeños famosos estão gravadas ao redor de cada arco. Para minha surpresa perguntei onde estava o arco com dizeres de Mario Vargas Llosa, o mais famoso e ilustre filho de Arequipa, ganhador do Prêmio Nobel de Literatura e disseram que não frases em sua homenagem pois vive en Espanha a muito tempo.






Calejón de Cabildo





Para chegar a Yanahuara  atravessamos a cidade.












Vicuñas, guanácos, alpacas e llamas, primos mas diferentes.


Ao final do passeio nos levam a fábrica Sol Alpaca, uma das mais tradicionais empresas têxteis peruanas. O preço não era nada barato mais tinha algumas coisas em promoção. A qualidade dos produtos era outra daquelas que você compra em Cusco ou Machu Picchu. Claro que o city tour para apenas neste ponto para você conhecer o mini zoo de camelídeos e saber diferenciar  a qualidade das lãs na hora das suas comprinhas, que por alguma razão tem topamos com uma grande loja no final do passeio.

Mas os bichinhos são muito fofos e dá vontade de ficar com um deles.

Essa é a vicuña, a de pelo mais nobre e caro. Claro é a mais bonitinha e limpinha. Deve ser por isso que sua lã é caríssima. Se te oferecerem uma peça de vicuña por uma pechincha, desconfie, senão você passará por trouxa 



Esse é guanáco. Ele alcança até 1,24 de costas. Esse aí é um fofo cuspidor. Se ele correr atrás de você fuja pois ele adora cuspir, parece bonzinho masé bem dissimulado e mal-humorado. Seu pelo também é muito apreciado no mercado têxtil.





Essa peludinha é uma baby alpaca. As alpacas são muito peludas e fornecem uma ótima lã, menos fina que seus primos vicuña a guanáco. Ah para você não ficar com cara de trouxa como eu, quando te oferecerem um produto de lã e disserem que é baby alpaca, não foi os horrendos guerreiros que acabaram com a vida de um fofo bebê alpaca, recém separado de sua mamãe. Baby alpaca é o nome que se dá a primeira tosa da alpaca adulta. Ah, em Cusco comi um bifão de carne de alpaca e gostei.


Já as llamas são os primos pobres dos outros acima. Já domesticado há 4 mil anos pelo homem, os lhamas são os maiores parentes dos camelos. Usualmente vivem em grupos onde um macho dominante mantém cerca de 5 a 6 fêmeas e seus filhotes. 



Ao atingirem a idade reprodutiva, entre 2 e 3 anos de idade, os machos são expulsos do bando e vão formar grupos de jovens enquanto não formam seu próprio harém. 


Estes animais medem 2,50 metros de comprimento, podem viver cerca de 20 anos em média e são conhecidos por sua agressividade que desencadeia uma série de atitudes tais como manotadas, coices, mordidas e cuspes.
Apesar disto, são presas de animais como coiotes, pumas e claro, os humanos. É muito utilizado como animal de carga e por causa da carne e da lã.


 Bom, depois de ver animais tão fofinhas vocês devem estar pensando? Ela não teve coragem de passar na loja e comprar algum pelo desses lindos cuspidores. Bom tive sim, comprei uma manta masculina para meu marido, por sinal maravilhosa, segundo a vendedora de baby alpaca. Paguei 120 soles na promoção. Isto é, R$ 93,00. e nem era de vicuña. A sorte é que num pais tropical como o Brasil esses casacos e malhas esquentam muito e dificilmente usaríamos.

Mas se você quiser ir as compras a Sol Alpaca possui lojas em todo o Peru.


Instagram

El Mirador del Carmen



O ponto alto do city tour é o Mirador del Carmen, a melhor visão que você pode ter dos três vulcões:
el Misti, el Chachama e el Pichu Pichhu.














Depois de admirar a vista o guia oferece os produtos locais pois os donos não cobram nada para enrear no mirador. E u comprei o produto abaixo e voltei com vários pacotinhos para dar de lembrança. 


Alguns produtos são oferecidos para você experimentar, como frutas típicas da região, folhas de coca (aqui a altitude é 3.300 m.



Instagram

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Calle Santa Catalina, a mais bonita de Arequipa


A Calle Santa Catalina é a mais bonita de Arequipa. Com suas edificações maravilhosas  empedra branca (sillar), todas do período colonial espanhol, passear nessa rua charmosa é um lindo programa para se repetir em várias vezes.


Alguns desses lindos casarões são pintadas em cores forte destacando sua arquitetura.

Lindos portões de ferro são a entrada para pátios internos dos casarões.


Portas de madeira talhadas de vários séculos ainda mostram sua beleza.


O Convento Santa Catalina ao fundo.


O badalado restaurante Chicha do chef Gaston Acúrio.



                           

As simpáticas guardas peruanas que sempre informam os turistas com um sorriso no rosto.



Entrada de um prédio colonial com seu tradicional pátio interno.


Uma travessa da Calle Santa Catalina, uma quadra antes da Plaza de Armas fica o Paseo de la Catedral. Um calçadão repleto de restaurantes e barzinhos para almoçar ou tomar um pisco.


Instagram