quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

De volta a Barajas, rumo a Veneza

Após um roteiro enxuto pelo centro de Madrid, mas que oferece muito mais do que foi mostrado aqui, conseguimos fazer uma conexão muito agradável. Vimos lindos prédios históricos, plazas bem cuidadas, fizemos umas comprinhas, comemos uma paella e por fim, voltamos para o Aeroporto de Barajas por volta de 12h30. Chegamos 45 minutos depois pegando o metrô estação Puerta del Sol e descemos na estação Aeropuerto T4.



Ainda passamos no consigna (locker) para pegar nossa mala de mão e compramos mais um mala de bordo por 79 euros, para guardar as compras que fizemos. Repito que a Consigna fica no andar 0, depois do desembarque, próximo ao Achados e Perdidos.



Passamos pelo dutty free de saída do T4 e ele é uma beleza. Muita variedade e mesmo em euros os produtos estavam iguais ou um pouco mais baratos que o dutty free de São Paulo. Mas como o terminal é enorme tivemos que correr pois levamos uns 20 minutos caminhando até chegar em nosso portão. então não marque bobeira ficando no dutty free.



Nosso voo dentro da Comunidade Européia mais parecia um ônibus de tão apertado. Avião pequeno, velho, lotado e a Ibéria neste voo para Veneza não serve nem água em 2h45 de duração. Tudo é pago, até a água. E a gente reclama da GOL.

       

Bom, mas vale qualquer sacrifício para chegar em Veneza.


Nosso portão era o H22. Para chegarmos até lá foi uma pernada.

Terminal T4 - portão H22 para Veneza
Voo apertado que mais parecia um voo


Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário