segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Madrid Monarquica, Plaza de Oriente em frente ao Palácio Real




 Saindo da Plaza Isabel II pela Calle Felipe V em poucos minutos chega-se a Plaza de Oriente cuja maior atração logo desponta ao fundo: o lindo Palácio Real de Madrid. A praça de Oriente fazia parte da arquitetura do Palácio Real, mas sua construção foi iniciada somente em 1808, quando o rei José Bonaparte ordenou a demolição de 60 estruturas medievais, entre elas uma igreja, o mosteiro e a Biblioteca Real para dar lugar a plaza. Você talvez esteja se perguntando? Um Bonaparte, rei da Espanha? É o baixinho não era  fácil. Nomeou seu irmão mais velho Rei da Espanha entre 1808 e 1813. Após a queda do Império de Napoleão, José exilou-se nos Estados Unidos.



A Praça de Oriente, de estilo barroco, divide-se em três partes. a primeira é os jardins centrais, que abrigam a estátua equestre de Felipe IV, esculpida em bronze. O escultor Pietro Tacca foi orientado por Galileu Galilei para modelar o cavalo empinado e a figura do rei baseou-se em estudos de Velásquez.



O limite do jardim central ao norte e sul são determinados por fileiras de estátuas conhecidas como os reis godos. São cinco esculturas que representam os reis visigóticos e de 15 reis cristãos da Espanha. 


Esculpidas em pedra calcária foram encomendadas para a decoração do Palácio Real em 1750. Como eram muito pesadas para ficarem na balaustrada do Palácio, foram posteriormente transferidas para a Plaza.



Apesar da beleza neoclássica do Palácio Real chamar a atenção a maior atenção na Plaza, ao redor dela estão belos prédio históricos de apartamentos que deixam o local ainda mais charmoso.









Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário