sábado, 17 de janeiro de 2015

Basílica dei Santa Maria Gloriosa dei Frari e Chiesa San Polo, duas das igrejas mais bonitas de Veneza

entrada da Basílica Nossa Senhora dei Frari
Dua das igrejas mais bonitas de Veneza estão no sestiere San Polo. Ambas fazem parte do circuito Chorus Assoziacione per el Patriarcado di Venezia, organização que cuida do patrimônio arquitetônico e artístico das igrejas venezianas. Um bilhete combinado para visitar 15 igrejas de Veneza ou somente 3 também estão inclusas no pack Júnior do Venezia Única. Comprei a de 3 , mas somente consegui visitar duas as igrejas do circuito que são essas. Outras como a Basílica de Nossa Senhora dellla Salute e San Rocco são gratuitas, bem como a Basílica de San Marcos mas sem os tesouros ou a Pala.


Para chegar a Basílica dei Santa Maria Gloriosa dei Frari no Sestiere San Polo pegue o vaporetto e desça nas estações San Tomá ou San Silvestro. Qualquer uma das duas você caminhará uns 10 minutos até chegar a Basílica. Se você optar por descer na estação San Silvestro é melhor visitar antes a Chiesa San Polo. Você passará por ruas charmosas, vielas estreitas, pontes e canais, o que torna o trajeto muito mais agradável. Lembre-se que sempre é bom ter um mapa em mãos.

Campo San Tomá
A Basílica de Santa Maria Gloriosa dei Frari leva esse nome do dialeto veneziano porque os franciscanos que chegaram a cidade, em torno de 1222 e construíram a primeira igreja franciscana neste lugar em 1270. Neste período a ordem franciscana cresceu muito e eles iniciaram as obras da atual igreja em 1370, que agregou o campanário da foto.


                           

A basílica se chama frari, quando na verdade a palavra correta seria fratti no italiano, uma derivação de irmãos. A fachada atual da basílica é de estilo gótico e permanece até hoje.


 A basílica é riquíssima em grandes pinturas e obras de grandes mestres como Tiziano, Bellini, Donatello, Canova e Palladio.



Como essa foi a primeira igreja do circuito Chorus trocamos o voucher pelos ingresso aqui. O mesmo ingresso vale para todas as igrejas do circuito, então guarde bem o seu. A principal obra se encontra no altar central da Basílica.


Uma das mais lindas obras de Tiziano está no altar mor e  se chama Assunção da Virgem, de 1518.



Outra obra maravilhosa de Tiziano se encontra à esquerda do altar principal A Madonna de Cá Pesaro de 1526.



Na sacristia encontra-se a obra de Giovanni Bellini chamada Madonna com Menino de 1488.


De Donatello, à direita do altar mor, encontra-se a única obra do artista florentino em Veneza, a escultura São João Batista.

John the Baptist - Donatello  - 1438 Painted wood, height 141 cm Santa Maria Gloriosa dei Frari, Venice

No Coro dei Frati, os 124 bancos de madeira foram esculpidos em 1468 por  Marcos Cozzi. 




Outra atração da basílica são obras arquitetônicas dos mausoléus que estão entre as mais expressivas da Itália.
 

O túmulo de Canova é o que mais chama a atenção. O próprio escultor projetou este mausoléu mas nunca o construiu. À princípio, o projeto da pirâmide neoclássica em mármore de Canova era uma homenagem ao mestre renascentista Tizino Vecellio. Quando faleceu em 1822, os alunos de Antonio Canova usaram seu projeto para receber os restos mortais do escultor. Abaixo as esculturas da tumba.

                

Outro mausoléu esplêndido é o do 103 doge de Veneza, Giovanni Pesaro




                          Os detalhes desse mausóleu são impressionantes.


Entre tantas belezas na basílica, a homenagem a Tiziano passa despercebida.


A escultura abaixo faz parte do mausoléu do doge Pesaro.


E por último o mausoléu de Francesco Foscari, membro de uma das mais tradicionais famílias venezianas em escultura de Antonio Bregno, de 1466.


Abaixo segue uma planta do site do Chorus Venezian com a planta da basílica para você não perder nada.


Saindo pela entrada principal, atravesse a ponte sobre o canal em frente a Basílica e siga em direção a igreja San Polo (veja o mapa no fim do post).

Saint Mary of the Friars (Santa Maria Gloriosa dei Frari) in Venice, Italy





São poucos minutos de caminhada entre a basílica e a Chiesa San Polo.

                   


San Polo, versão do dialeto veneziano de San Paolo, foi fundada no século 9 e reconstruída no século 15. Com um portal gótico e o belo campanário da foto acima a igreja possui lindas obras de arte da família Tiepolo. Do pai e mestre renascentista Giambattista Tiepolo, um dos meu preferidos (lembram dos afrescos dos anjos no céu e o Castigo das Serpentes do post anterior?) está a obra a pintura abaixo "A Virgem aparece a São João Nepomuceno".

                                                                                 

Seguindo as indicações no interior da igreja vá até a sacristia onde está a Via Crucis, são 16 pinturas do menos famoso, mas não menos talentoso Giandomenico Tiepolo, filho de do mestre Giambattista. Veja cenas da Via Crucis abaixo:

                                 

                           

                            

Pelas obras acima vemos que Giandomenico herdou o dom do pai te sempre colocar suas figuras como se estivessem num plano acima da nossa cabeça, uma noção espacial que pouco pintores nos legaram.



Na igreja ainda pode-se admirar uma obra de Jacopo Tintoretto, chamada de A Última Ceia. Abaixo a rotonda ou abóbada central da Chiesa de San Polo onde entra iluminação natural.


Em frente a igreja fica o coração do sestiere San Polo, o Campo San Polo.


Para ir ao vaporetto sugiro seguir em frente até a estação San Silvestro, próximo ao campo de mesmo nome. Se quiser caminhar um pouquinho mais, próximo ao campo já fica a Riva del Vin e a Ponte di Rialto onde é possível atravessar o Gran Canal rumo a San Marcos.





Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário