segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Depois de um dia maravilhoso, muita caminhada a fome bateu. E não foi fácil achar um restaurante aberto as 23hs no final de outubro. Assim que acabamos entrando na Osteria da Lucca.

Pedimos o menu turístico, depois do cardápio caro do Harry's Bar na noite anterior, mas que valeu para conhecer.

                    

Meu primo piatto foi sopa de verduras, já que estava friozinho em Veneza nesta época do ano e uma carne com fritas que estava macia e mais gostosa.


O Silvano resolver experimentar o como primo piatto o tradicional espaguete ao molho de polvo, por isso a cor estranha desse espaguete aí. Segundo ele al dente passou longe.


De sobremesa foi o tiramisú que não era o tradicional mas com uns biscoitos no meio. Para falar a verdade foi o menos gostoso que comi na Itália. Mas como fui aprendendo na viagem, a beleza de Veneza é tanta que a comida ruim na maioria dos lugares passou desapercebida. E quando você começa a viagem por Veneza, ao longo dela é que você se dá conta que a comida lá é ruim mesmo. Ou tivemos muita falta de sorte. Como falei tirando o Harry's mas que você paga pelo glamour e história do local.


Acima nossa continha, que mesmo sendo o menu turístico ficou salgado e passou longe de estar entre as melhores refeições na Itália. Abaixo,caso você queira uma indicação três estrela em Veneza de restaurante em Veneza, veja como chegar.




Depois do jantar fomos caminhando até o hotel, e levou muito mais que os 13 minutos do Google Maps, mas nada impossível de fazer. Claro que já estávamos cansadíssimos após toda essa maratona, mas aproveitamos cada minuto.


Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário