quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Os melhores filmes rodados em Veneza - Morte em Veneza

Muitos filmes foram rodados em Veneza. Mas alguns deles são imbatíveis. Outros são porcarias que valem apenas pelo belo cenário que a cidade oferece. Talvez assim as pessoas não liguem para o roteiro. Mas vamos começar pelo filmes tão maravilhosos quanto a cidade.

                            


O primeiro deles é o meu filme favorito do meu diretor favorito. Um verdadeiro clássico do melhor cinema já feito na história do cinema. O filme é Morte em Veneza e seu diretor o magistral cineasta Luchino Visconti. Visconti, filho da mais nobre aristocracia italiana, os Visconti de Milão, militante do Partido comunista Italiano soube como ninguém retratar a decadência da aristocracia e da nobreza italiana como em Morte em Veneza, Senso, Sedução da Carne, O Inocente, a ascensão ao poder dos revolucionários de Garibaldi em O  Leopardo, as mazelas dos pescadores sicilianos em La Terra Trema, o declínio de uma família nazista em Os Deuses Malditos, as agruras, as angústias e a violência  da classe operária em Obsessão, Belíssima e o espetacular Rocco e seus Irmãos. Além de filmes mais psicológicos como Noites Brancas e Vaga Estrelas da Ursa Maior.

                                

Visconti iniciou sua carreira como assistente de direção de Jean Renoir, em Paris. Entre seus atores favoritos estavam as lindas Claudia Cardinalle (estrelou Rocco, O Leopardo e Vaga Estrelas), Romie Schneidder (La Streghe e Ludwig) e Silvana Magnano (Violência e Paixão e Morte em Veneza), além das talentosas italianas Anna Magnani e AlidaValli e a francesa Annie Girardot. Entre seus atores favoritos destacam-se o francês Alain Delon, com quem fez dois filmes, o americano Burt Lancaster com quem filmou o magistral Il Gattopardo (O Leopardo) e violência e Paixão.O alemão Helmut Berguer, assumidamente seu amante, trabalhou em os Deuses Malditos, Senso e Ludwig. Também trabalhou com Marcello Mastroianni, Renato Salvatore, Giancarlo Gianinni e o incrível Dick Bogarde, que deu a Visconti sua maior e melhor atuação.

                         



Baseado no livro de Thomas Mann, o filme conta a história de Gustav Aschembach, um compositor que vai passar férias em Veneza e acaba perdendo-se numa inesperada paixão por um adolescente que o leva a sua total destruição. Com um atuação impressionante de Dick Bogarde. Impressionante é também Silvana Magnano, uma aristocrata que faz a mãe do adolescente.





Morte em Venza ganhou a Palma de Ouro em Cannes nos 25 anos do festival.



A cena final é impressionante e mistura o declínio final de Gustav com a vida plena do adolescente Tadzio.



Além de um figurino primoroso, uma cenografia esplêndida, uma direção de arte perfeita Visconti dá todo o tom do drama com a escolha da trilha sonora: a 5a Sinfonia de Gustav Mahler.



Entre as principais paisagens de Veneza que aparecem no filme estão São giorgio Maggiore, a Basílica de Santa Maria della Salute, a ponte Rialto, o Gran Canal, a Basílica San Marcos, a Piazza San Marcos e as cenas de praia são filmadas no Lido.

Sem dúvida: tudo é grande: filme, cineasta, uma grande estória, escritor, ator e atuação. Uma obra de arte à altura de Veneza.

Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário