quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Verona - Um Passeio pelo Centro Histórico ao anoitecer e a História de Verona


A segunda maior cidade do Vêneto é Verona (a primeira é Veneza) e é uma das mais prósperas do norte da Itália. O centro histórico de Verona preserva magnificas ruínas romanas em ótimo estado, belos palazzis construídos pelos governantes medievais da cidade com o rosso di Verona, calcário rosa local.


Cercada pelo Rio Ádige, Verona possui muitas pontes e lindas colinas ao redor da cidade.


A grande e bonita Piazza Bra é o ponto de partida para qualquer passeio noturno. Com sua linda Arena di Verona, o terceiro maior anfiteatro romano do mundo, atrás apenas do Coliseu, em Roma e do anfiteatro de Santa Maria Capua Venere, em Nápoles.


Verona foi fundada pelos romanos em 89 a.C., tornou-se a capital da região e sobreviveu as invasões de ostrogodos e francos em 489 d.C. e 754 d.C., ganhando a condição de comuna livre em 1107.



Hostilidades entre famílias nobres da cidade marcaram a história de Verona, inspirando William Shakespeare a escrever o clássico Romeu e Julieta, que conta a estória do amor entre jovens de famílias inimigas, os Capulettos e os Montecchios.



Em 1263 a família Scaligeri iniciaram em Verona um governo de 124 anos. Apesar de táticas cruéis  e mercenárias para afastar os inimigos, os Scaligeri trouxeram uma relativa paz para uma cidade devastada por lutas civis e entre famílias poderosas.

 
O poeta Dante foi recebido na corte em 1301 e dedicou a parte final da Divina comédia a Cangrande I, tido como um governante justo e culto.

Em 1387, Verona foi conquistada pela família Visconti de Milão. Em 1404, Verona se aliou a Veneza fazendo parte da "Serenissima", como era conhecida a República Veneziana.



Em 1797 Verona passou para as mãos dos austríacos que a governaram até 1866, sendo na sequência incorporada ao novo Reino da Itália.



 Na foto acima acaba a Piazza Bra e inicia o calçadão muito chique e cheio de lojas lindas de Verona: a Via Giuseppe Mazzini.
                                            
                           

A Via Giuseppe Mazzini possui ótimas lojas para quem quer fazer compras e gastar em euros: Louis Vuitton, Diesel, Swarovsky, Montblanc, Gucci, Dolcce & Gabbana, Max Mara, Calzedônia e lojas italianas não tão conhecidas mas com roupas e produtos belíssimos como Luisa Spagnoli e Falconeri Cashmere.

                                        

 Várias outras vias cortam a Giuseppe Mazzoni, perfeitas para você se perder.


Este foi o primeiro restaurante que tentamos por indicação do rapaz do hotel, mas estava lotado. Era noite de Halloween, e, não é que em Verona, jovens e crianças saem fantasiadas na rua. No ano anterior, eu havia passado o Halloween em Cusco, que é uma verdadeira festa, mas na Itália não esperava a comemoração.





Enfim, chegamos a Piazza Erbe guiados pela linda Torre dei Lamberti acima. Uma profusão de restaurantes estão ao redor da praça caçando você para jantar. A comida é boa, mas estão atrás de turistas, óbvio.

Galleria de Arte Moderna
                                                     
            


Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário