quarta-feira, 4 de março de 2015

Os filmes rodados em Verona: Romeu e Julieta, Cartas para Julieta e Barrabás

                       Even though it was an older movie, my best friend Barbara and I saw Zeffirelli's production of "Romeo and Juliet" at least 25 times while we were in high school. I even had an enormous poster in my dorm room, but then again, what would you expect from a dramatic arts major?

Romeu e Julieta

Parece incrível que uma cidade tão linda como Verona tenha tão poucos filmes que tenham como cenário essa belíssima cidade.

Franco Zeffirelli's Production of Romeo and Juliet.  1968

Claro que o filme mais famoso que se passa em Verona é Romeu &  Julieta, de Franco Zeffirelli (1968), baseado no mais famoso livro de William Shakespeare.

Franco Zefirelli film

O filme retrata a história dos jovens amantes Giulietta Capuleto e Romeu Montecchio, filhos de famílias rivais em Verona como era normal da época. Um filme que marcou época, apesar de muito meloso.

                                           Romeu e Julieta - Franco Zefirelli


                   


Cartas para Julieta

                                           Drama, Romance. This movie is adorable. The search for a womans lost love from 60 years ago

Verona voltou a entrar no roteiro de viagem de muita gente depois da estréia do filme romântico e bonitinho Cartas para Julieta, aqueles filmes bem adocicados que acabamos amando. Ainda mais quando usa Verona e a Toscana como cenário.

Cartas para Julieta

Uma jovem americana (Amanda Seyfried) viaja com seu namorado e chef Gael Garcia Bernal para Verona. Como ele não lhe dá muita atenção ela passa seus dias ajudando a responder as cartas que jovens enamoradas deixam nos muros da casa de Julieta.


Um dia, retirando as cartas do muro, descobre uma datada de 50 ano atrás de uma jovem inglesa que se apaixona por um jovem italiano (Claire e Lorenzo).



                                               Love this movie!

Sophie escreve para Claire, interpretada pela atriz maravilhosa, talentosa e ainda belíssima na terceira idade, Vanessa Redgrave. Claire chega com o neto e os três iniciam um road movie pela Toscana atrás do tal Lorenzo Bartolini, interpretado pelo ex galã italiano Franco Nero, que foi um dos atores mais lindos dos cinema, e conhecido por seu personagem Django.

                                            Cinema inspira até pra fotografar casamento, quando lembro de cenas assim. (Cartas para Julieta)

Na verdade o que mais me atrai na história é que na verdade Vanessa Redgrave e Franco Nero se conheceram nos anos 60 durante as filmagens de Camelot. Tiveram um filho e não ficaram juntos. Em 2006, anos depois o lindo italiano e a segunda maior atriz do mundo (na minha opinião, claro, só fica atrás de Meryl Streep) ambos se casaram. E fizeram este filme juntos. Vanessa Redgrave é famosa por muito filmes mas meu favorito é Bow Up, Depois Daquele Beijo, do cineasta italiano Michelangelo Antonionni. Mas o filme é bonitinho. Diria que muito mais pelo cenário e pela incrível Vanessa, uma das mais engajadas militantes políticas e da questão palestina.



  


Vanessa Redgrave & Franco Nero

30 anos depois....

                              Franco Nero and Vanessa Redgrave,getting married in later life. Thy fell in love on the set of Camelot.

                      

Barrabas

Barrabas é um filme de 1961 rodado parte em Venea, principalmente na Piazza Brá ena cenas de arena da preservadíssima Arena de Verona.

                                             El Cine de Romanos: Barrabás ( 1961 )

Barrabás é a história do suposto ladrão e assassino que foi julgado junto com Jesus Cristo, porque segundo a tradição judaica um deveria ser crucificado e outro liberado, após a escolha do povo. O julgamento foi feito por Pôncio Pilatos, que disse após a escolha do povo..."lavo minhas mãos".
 
                                               

No elenco estão Anthony Quinn, Silvana Magnano, Vitório Gassman, Jack Palance e Ernest Bornigne.

       



                   

Instagram

segunda-feira, 2 de março de 2015

Verona e o Restaurante Redentore


Humm, nossa última lembrança de Verona não foi nenhuma atração romana ou medieval. Foi a excelente refeição que tivemos no Restaurante Redentore, bem em frente ao Teatro Romano.

                             

A minha pasta era ao ragú, pode ser simples mas estava extremamente deliciosa, cheia de parmesão. A do meu marido era de frutos do mar. Ambas excelentes, al dente e bem servidas.


Para beber eu fui de vinho e água e ele de birra, como os italianos chamam cerveja.


O Redentore é muito interessante pois o restaurante fica numa igreja que já não funciona mais, às margens do rio Ádige e em frente ao Teatro Romano. Essa foi a melhor refeição até o momento que fizemos depois de 5 dias em Veneza, Padova e Verona.


E olha a continha ai embaixo. Muito barato para os padrões europeus. Uma pasta com ragu somente 7 euros. O de frutos do mar 10 euros. Uma taça de vinho 2,50 euros. Essa valeu a pena.



Endereço: via Resgate Redentore, 15.

Ciao Verona!!!!


Instagram

Verona e o Teatro Romano


Este teatro romano é do século 1 a.C. Pouco resta do palco original mas a parte da platéia esta intacta. No verão diversos shows e concertos são realizados aqui.

                                 

Várias ruínas do teatro estão espalhados no local.


Outras ruínas ainda resistem ao tempo.



                                

No século 10 foi construído no local a Chiesa de Santi Ciro e Libera.

                                   

Esta igreja foi restaurada no século 14.

                             


                                

No alto da colina exitem ruínas de um antigo templo romano do mesmo período do teatro



                               

Do alto da colina estende-se uma bela vista da cidade de Verona.
             


No local existe um Museu arqueológico com mosaicos, cerâmicas, pedrarias, lápides e bustos do período romano, mas infelizmente estava fechado quando visitamos.


Endereço: Resgate Redentore, 2
Horários: das 13h30 às 19h30 (segundas) e das 8h30 às 19h30 (terça à domingo)
Preço: 6 euros ou gratuito com o Verona Card


Instagram

Verona - do outro lado do rio


Do outro lado do rio Ádige também existe uma linda Verona e muitas atrações. Uma das mais bonitas é a Ponte Pietra, uma ponte em arcos romanos.



A Ponte Pietra foi construída em 1298. Este pedaço à esquerda da ponte foi destruída pelo alemães em 1945, para que os aliados não entrassem em Verona. Foi reconstruída em 1957 com materiais originais.



O Giardino Giusti é um jardim renascentista projetado em 1580, mas fica mais distante e não chegamos a vistá-lo.



A vista na beira do rio Ádige para o lado do centro histórico. A torre que aparece é da Chiesa Sant' Anastasia.



Os raios de sol batem na hora do almoço sobre o rio e os ciprestes que o margeiam.


Essa bela igreja se chama Santo Stefano e é uma das mais antigas de Verona e foi construída no século 5 fora das muralhas romanas da cidade. Possui uma capela barroca de 1618 que são ornamentadas com três pinturas preciosas da época, de pintores veroneses.

 

O passeio ao lado do rio é ideal para caminhar sem pressa e tomar um sol no outono. Ao fundo aparece a igreja de San Giorgio in Braida.



Em frente a Ponte Pietra está a torre da Catedral de Verona. Mas a maior atração desse lado do rio é o Teatro Romano, que abordarei no post posterior.




Na beira do rio Ádige é difícil estacionar, mas nas ruas atrás é mais fácil. Lembre que você tem que inserir uma quantidade de moedas no parquímetro e colocar o bilhete no vidro do veículo. Na tela você vê a hora que acionamos o parqupimeto: 14h33 e a data 01/011/14.




Instagram