segunda-feira, 18 de maio de 2015

Pinacoteca di Brera, o melhor museu de Milão


Do Quadrilátero da Moda fomos direto para a Pinacoteca di Brera, Após uns 15 minutos de caminhada chegamos ao charmoso bairro de Brera, que possui o melhor museu de Milão.


No século 16, o prédio foi um convento jesuíta e possuía  um centro de estudos. Com a dominação austríaca, os jesuítas foram banidos pela imperatriz Maria Teresa da Áustria.  Assim surgiu a Pinacoteca, com estrita finalidades didáticas,


O bairro, que antigamente era o centro de artistas e estudiosos de arte, a maioria dandis boêmios, que após as aulas circulavam pelos muitos bares e bordeis da região.


Com o domínio de Napoleão Bonaparte no século 19, foi determinador que a Pinacoteca abrigaria  os tesouros saqueados de conventos, igrejas e da aristocracia dos territórios conquistados pela armada francesa.


Se vocês estão se perguntando quem foi o modelo desta estátua, saibam que ela não foi tão fiel ao modelo, que seria ninguém menos que o próprio Napoleão Bonaparte. Conhecido baixinho, Napoleão foi retratado nessa obra como um verdadeiro deus.


Hoje, o bairro di Brera é cheio de restaurantes, barzinhos, galerias de arte é atualmente um dos lugares mais chiques da cidade, frequentado pelos milaneses.


 Funcionam também nesse lindo prédio a Academia de Belas Artes, a Biblioteca Braidense e o Jardim Botânico.


A Pinacoteca é o único museu de Milão que não nasceu de doações privadas, mas de uma coleção do governo. Atualmente o museu possui mais de 600 obras exibidas em 40 salas. Obras do início do Renascimento e outros períodos são encontradas aqui.


 Na década de 80, famílias milanesas, como a família Jesi, doaram uma coleção de obras de artistas italianos no século 20, como Amadeo Modiaglini, além de alguns artistas estrangeiros, como Pablo Picasso.


Uma vasta coleção de maravilhosos pintores italianos estão em Brera: Giovanni e Gentile Bellini, Andrea Mantegna, Jacopo Tintoretto, Paolo Veronese, Piero della Francesca, Rafael Sanzio, Caravaggio, Bramante, Carpaccio, Lorenzo Lotto, Tiziano Vecellio, Luca Signorelli, Anton Van Dyck, Peter Paul Ruben, El Greco, Canaletto, Tiepolo e Hayez. 


No primeiro domingo de cada mês a entrada é gratuita. Você entra na faixa. No restante do mês o preço do bilhete é 10 euros. O horário de funcionamento do museu é de terça à domingo, das 8h30 às 19h15 (segundas não abre).



A Pinacoteca di Brera fica na Via Brera, 28 - Milão.

Para saber mais da Pinacoteca di Brera clique aqui.

Para comprar ingressos on line antecipados, acesse a site da Viva Ticket, revendor oficial da Pinacoteca di Brera. O site cobra os 10 euros do do ingresso e mais 2 euros de taxa. Fora das férias não se faz necessário adquirir antecipadamente pois não havia muitas pessoas na fila nem sendo o dia da entrada gratuita




Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário