domingo, 27 de setembro de 2015

As contruções medievais da Piazza della Signoria e o Castel Vecchio





Coração da vida social e política de Florença, durante séculos, a Piazza della Signora abriga o um castelo medieval chamado Palazzo Vecchio. Concluído em 1322, o Palazzo Vecchio sempre serviu para reunir os cidadães de Florença na Piazza dei Signora  para situações diversas, como assembleias ou avisá-los sobre ataques inimigos, incêndios e enchentes do rio Arno. Uma linda torre medieval serve ao propósito de vigiar a região.












































O friso heráldico cuja pintura permanece até hoje, representa o governo papal da poderosa família Médici. O Palazzo Vecchio abriga a prefeitura de Florença e apesar de conservar sua arquitetura medieval, passou por uma reforma no período do governante Cósimo I, no século 16.









O interior abriga o Salone dei Cinquecento, onde um pequeno studiolo (gabinete) está decorado com afrescos de 30 pintores maneiristas florentinos. Possui ainda uma escultura de Michelangelo e afrescos de Giorgio Vasari descrevendo o triunfo florentino sobre Pisa e Siena.


Outros destaques são a Capella di Eleonora, pintada por Bronzino, a Sala dei Gigli (Lírios) com a obra Judite e Holofernes, de Donatello (1455) e afresco de heróis romanos, de Ghirlandaio (1485).





A foto acima foi tirada do Campanário de Giotto e mostra a grandeza da Piazza della Signora com o Palazzo Vecchio e sua torre, o Ufizzi indo até o rio Arno e a Loggia dei Lanzi.







































Na Piazza della Signora a Fontanna di Netuno, feita por Ammanati em 1575, mostra o deus romano que representa o mar cercado por esculturas de ninfas marinhas, que celebram as vitórias navais da cidade.





Essa réplica incrível da escultura Davi de Michelangelo, está em frente ao Palazzo Vecchio e simboliza o triunfo contra a tirania.



O Davi original ficou na piazza até 1873, quando foi levado para a Galleria Dell'Accademia.




Mas a Piazza della Signora abrigou  o que mais contribuiu a Renascença, mas também foi palco de julgamentos e execuções. Em 1433, Cósimo, Il Vecchio ficou peso na torre durante o período anterior o seu exílio. Em 1498, o frei dominicano Girolamo Savanarola foi queimado em plena piazza. O frei, que fazia seus sermões baseado no livro do Apocalipse, contra o que ele julgava a imoralidade da vida pagã na Florença renascentista, sob o governo de Lorenzo de Médici.






O Museu do Palazzo Vecchio fica aberto das 10 às 17hs de outubro à março e das 9 às 17hs de abril a setembro. O ingresso custa 10 euros. Pelo Firenze Card é gratuito. O acesso à praça é gratuito e alguns cafés estão ao redor da piazza, para quem quiser apreciar por mais um tempo nesse lugar , simplesmente perfeito. Para saber mais sobre o Museu Palazzo Vecchio acesse http://museicivicifiorentini.comune.fi.it/palazzovecchio/


Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário