segunda-feira, 11 de julho de 2016

A mais bela praça de Roma, a Piazza Navona


































A belíssima Piazza Navona fica no centro histórico de Roma, uma região que possui mais de 2 mil anos. No século 15, o papado retornou a Roma depois de um período em Ravenna e Avignon, na França. A praça foi construída para abrigar papas, príncipes e cardeais que passaram a viver na região.



Nos períodos renascentista e barroco, os mais famosos artistas foram contratados para decorar os palazzos, pintar afrescos nas igrejas e construir as mais belas fontes do mundo.






Nesse contexto, surgiu a mais esplendorosa praça de Roma.



A Piazza Navona foi criada no século 15 sob as ruínas de um estádio romano, o Stadio di Dominiziano, que era usado para corridas de bigas. Vestígios do estádio podem ser vistas embaixo da igreja que está do lado oeste da praça., a Sant'Agnese in Agone.







Mas a maior atração da praça é a impressionante fonte do escultor italiano Gian Lorenzo Bernini,  a linda Fontana dei Quattro Fiumi (Fonte dos Quatro Rios), de 1651.






A Navona ganhou essa cara quando o Papa Inocêncio X, que possuía um palazzo na região mandou construir uma nova igreja e as fontes da praça. 

             

            

Bernini homenageou os quatro  grandes rios, em quatro continentes: Nilo (África), Ganges (Ásia), Prata (América) e Danúbio (Europa).

       

O obelisco da Piazza Navona é um dos 13 obeliscos que foram trazidos do Egito e espalhados pela cidade.
             
          

Uma das curiosidades da praça é que até final do século 19, a praça era inundada no verão para as pessoas se refrescarem em uma piscina improvisada. As autoridades mandavam interromper os escoadouros da fonte, para os romanos se refrescarem no verão europeu.



Na ponta sul está a Fontana del Moro, desenhada por Giácomo della Porta, em 1576. O Mouro, a figura central, seria uma divindade marinha.





Na ponta norte, a Fontana del Netuno foi construída no século 19.









Vários artistas ficam se apresentando na Piazza Navona, de grupos de jazz a artistas performáticos. A Piazza foi, e continua sendo, o centro da vida social de Roma.







O Palazzo Pamphilj é uma palácio renascentista, construído no século 17, por encomenda do papa Inocêncio X, que era da família que denomina o local. O palazzo possui 23 quartos pintados por artistas da época, ente eles Pietro de Cortona que pintou a galeria, desenhada por Boromini.



Desde 1920 o palazzo abriga a Embaixada do Brasil na Itália, e o imóvel foi comprado em 1961.

           

          

A praça é cercada de cafés, restaurantes, sorveterias, palácios, museus e igrejas.

























Abaixo, um roteiro para você passear pela Piazza Navona e conhecer todas as atrações próximas. Clique nos símbolos para saber o nome da atração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário