terça-feira, 2 de agosto de 2016

As pinturas da Pinacoteca dos Museus Capitolinos



O museu público mais antigo do mundo é o Musei Capitolini, em Roma. Uma doação de uma série de estátuas de bronze feita pelo papa Sisto IV, em 1471, começou a constituição de parte do atual acervo dos Museus Capitolinos. O museu somente foi aberto em 1734, após vários mecenas doarem outra grande quantidade de obras.



Caravaggio está muito bem representado na Pinacoteca dos Museus Capitolinos. A primeira versão de A Adivinha é de 1594.Outra obra de Caravaggio é um São João Batista em pose sensual, acariciando um carneiro, de 1602.



O pintor Pietro de Cortona possui um dos famosos quadros de papas, o Retrato de Urbano VIII, de 1627, além de outras obras.



O Rapto das Sabinas é uma pintura que retrata a passagem histórica do início de Roma, quando Rômulo ordenou que os romanos raptassem as filhas e mulheres do povo sabino, para iniciar a cidade. Outro belo quadro de outro mestre do Barroco, Pietro de Cortona..



Uma pintura que retrata a origem de Roma é Rômulo e Remo, do mais italiano dos pintores flamengos, Peter Paulo Rubens A obra é datada de 1577.



Abaixo, o retrato de Catarina da Sérvia.



Guercino é outro artista que possui lindas obras nos Museus Capitolinos, como o O Sepultamento de Santa Petronilha.



Aliás, Guercino é um dos artistas como mais pinturas no Museu Capitolino. Outro belíssimo quadro é Cleópatra e Otaviano.



Abaixo, de Guido Regni, retrata duas personagens históricas, Cleópatra e Lucrécia , ambas com os mesmos traços.

           

Pintores como Paolo Veronese, Jacopo Tintoretto, Caracci, Garofalo, Anthony Van Dick e muitos representantes do Barroco estão expostos na Pinacoteca do Museu Capitolino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário