sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Como é Viajar de Air Europa



Viajar sempre nos deixa na expectativa. É uma verdadeira maratona olímpica arrumar as malas, ficar no trânsito da Marginal Tietê até o Aeroporto de Guarulhos, carregar as malas, fazer o check in, despachar as malas, pagar uma nota por um cafézinho e um pão de queijo (uns R$ 20,00), quase tirar toda sua roupa pra passar pelo detector de metais, ficar na fila da Polícia Federal, não ter onde sentar para aguardar o embarque do seu voo, suportar 12 horas de viagem, mas...você está saindo de férias e aquele sorriso está estampado no seu rosto.



Afinal, sua viagem foi planejada por seis longos meses, tudo foi antecipadamente, as reservas foram feitas, os roteiros, as passagens de trem e os ingressos de museus e shows adquiridos. Nada pode sair errado, com tanta programação. Certo? Errado. Na última viagem a Europa, compramos passagens da Air Europa. Pesquisei a companhia, e as avaliações eram boas. A passagem estava em promoção e era de 20 a 30% mais em conta que a Tam e Air France.

 

Mas o "mais" barato foi bem cansativo. Barato em termos, já que o valor pago foi U$ 534,00. Voar Air Europa para a Europa, seja Paris ou Madrid, mostrou-se uma péssima escolha para um voo que atravessa o Atlântico, que não irei cometer novamente.

 

Primeiro, vejam o espaço entre as poltronas para um voo até Madrid, para conexão com destino a Paris. Extremamente apertado. São sete poltronas por fileira (2+3+2). Muito desconfortável. E a poltrona não reclina. Vejam uma poltrona reclinada do banco da frente (foto acima, à esquerda).

  

A comida servida  não é lá grande coisa. A massa estava boa, o vinho era péssimo. O pãozinho queimou. A salada era uma espécie de tabule, uma salada de salsinha crua muito estranha, tenho dúvidas se era um tabule. Uma péssima escolha. Será que sou somente eu que não gosta de salsinha crua?


 

No café da manhã um pãozinho horroroso, praticamente pão com pão. E um bolinho e suco.

  

E nada de televisão na poltrona da frente, com fone de ouvido e vários filmes para te entreter até lá. Convenhamos, uma viagem de 12 horas e sem nada para se distrair. Aliás, leve seu fone de ouvido ele é cobrado. Realmente não lembro o valor, mas algo em torno de ¢ 10,00.



Mas tudo bem, isso não tirou nosso bom humor na ida. Mas na volta, o avião era igualmente antigo e aí, já cansados depois de 20 dias de viagem, foi bem difícil. Então, meu conselho, fuja da Air Europa. Mas se não conseguir, os voos da companhia saem  do terminal 2, em Guarulhos. Para o site da companhia, clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário