domingo, 25 de setembro de 2016

O Musée Picasso reúne o maior acervo do pintor espanhol

Após cinco anos em reformas, o Museu Picasso reabriu no final de 2014 com suas belíssimas instalações, onde o espaço de exposições foi triplicado para abrigar uma acervo de cinco mil peças distribuídas pelo prédio. São cinco salas para esculturas e mais seis salas dedicadas a coleção particular do artista.

Pablo Picasso viveu grande parte de sua vida na França, principalmente devido a ditadura do General Franco, na Espanha.

Retrato de Dora Maar
Com a morte do artista, em 1973, o governo francês recebeu muitas obras de arte de Picasso como pagamento de impostos.

   


Blume














As obras foram reunidas em 1985, em uma mansão do século 17, o Hôtel Salé, no bairro do Marais. A origem do nome da mansão é originária do seu primeiro dono, Aubert de Fonetenay, um coletor de impostos sobre sal (salé em francês quer dizer salgado).

la Baie de Cannes


Baigneuse ouvrant une cabine e Baigne


































Além de pinturas, muitas esculturas, desenhos, gravuras, cerâmicas, esboços e fotografias. do artista estão no museu.

llieuse



 

O Musée National Picasso é o maior acervo de obras do artista espanhol,  reunidas em um só lugar.

Massacre em Corée
No subsolo, o museu foca nos ateliers de Pablo Picasso e a esboços com a evolução da sua obra prima Guernica.






Como o museu reabriu a menos de dois anos, costuma ficar cheio, principalmente nos fins de semana.



 

Do térreo até o segundo andar as obras estão expostas em ordem cronológica e as várias fases do pintor podem ser observadas.

               Crane de Chévre


Do térreo até o segundo andar as obras estão expostas em ordem cronológica e as várias fases do pintor podem ser observadas.


  

  





As obras expostas são da suas fases rosa, azul e cubista.

    




Esculturas em ferro, pedra, bronze, cerâmica, papel machê e diversos tipos de materiais mostram toda a originalidade de Pablo Picasso.

 

 

E toda a genialidade do maior artista do século 20 estão expostas no Musée Picasso.


 

 


 

Suas populares Teté pour la Femme (cabeça de mulher) são imagens recorrentes em suas obras.

  

 

 

 

Outras imagens recorrentes na obra de Picasso são as figuras de animais.


  

  
              colombe de a paix

Suas famosos pombas da paz são vistas em esculturas, desenhos e pinturas.

 


Guerre et Paix




O útimo andar da mansão trás objetos pessoais do artista e sua coleção de jornais e livros socialistas.

  

  

 



Capas de revistas e reportagens com Picasso estão no acervo.

 

Fotografias da intimidade do artista e seus filhos são mostradas em uma das salas.

 

Pablo Picasso também possuia obras de arte de outros artistas, como Renoir, Matisse e Miró.



São necessárias no mínimo duas horas para ver com calma todo o museu.


Para não ter que enfrentar filas de até uma hora para comprar seu bilhete, adquira-o através do site oficial aqui.



O museu não permite entrada com pacotes, sacolas e mochilas, apenas de bolsas pessoais. Mas conta com um gauada-volumes para deixar seus pertences. O museu também tem detector de metais.



Na loja de do museu, muitos souvenieres com reproduções das obras. Um imã de geladeira custa ¢ 3,00 e uma pequena reprodução de uma obra de Picasso (tamanho postal) custa ¢ 8,00.

O museu tem uma cafeteria com saladas, quiches e comidinhas rápidas para quem quiser beliscar algo. Um ótimo terraço com algumas mesas são um convite a um descanso. 

 

O Musée está localizado na Rue de Thorigny, 5, no Marais. Metrô: estações St-Sébastien Froissart e St-Paul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário