sábado, 17 de setembro de 2016

Um passeio pela noite de Paris



Se Paris é linda de dia, à noite fica muito mais impressionante. Deixa todos boquiabertos, estupefatos e sem fôlego. É como aquele filme antigo "Quando Paris Alucina". Passear a esmo por Paris é o que há de melhor. Sem a pretensão de ditar seus passos na cidade, faço um roteiro como sugestão de um passeio à pé, pela região da Île de la Cité, Chatelet, Île St-Louis, terminando no Quartie Latin.



O passeio inicia na Pont Neuf, a Ponte Nova, mas que na verdade é a mais antiga de Paris apesar do seu nome. Com 275 metro de comprimento, a Pont Neuf é um dos cartões postais da cidade. A bela Pont Neuf liga as duas margens do Rio Sena, passando pela pontinha da Île de la Cité.



A vista é sublime. Essa é a ponte dos enamorados que andam por Paris. Milhares de cadeados com nome dos apaixonados são colocados na ponte, que já foi cenário de dezenas de filmes, inclusive um filme francês que leva seu nome, "Les Amants du Pont Neuf",  de Leos Carax, com Julliete Binoche.



 

Na ponta da Île de la Cité, no meio da ponte está a estátua equestre de Henry IV, bem na ponta da ilha.

  

Ver a Torre Eiffel da Pont Neuf é um grande espetáculo.



Se a noite for emoldurada por uma lua cheia, o espetáculo estará completo.

 

A Pont au Change é outra ponte de pedra belíssima, que atravessa do Quai de la Mégissere, em Chatelet até a Île de la Cité. Caminhe na River Droit, a margem direita do Sena, no bairro de Chatelet em direção a Île St-Louis.



A uma quadra do Quai de la Mégissere está a Tour Saint Jacques, uma torre medieval que ficou intacta, sendo o que restou da antiga igreja medieval.

        

Voltando as margens do Rio Sena, que agora passa a se chamar Quai des Gesvres, caminhe um pouco mais e logo estará na Pont du Notre Dame. Essa ponte liga o Quai des Gesvres, em Chatelet ao Quai de Corsega, na Île de la Cité. A ponte foi construída em 1853.



Surge o prédio grandioso do Hôtel de Ville, a prefeitura de Paris.



A Parvis (praça) do Hôtel de Ville possui um carrossel que lhe confere um toque especial.



Ainda seguindo pela River Droit, siga agora pelo Quai de Hôtel de Ville até a altura da Pont Louis Philippe, atravesse para Île St-Louis e aprecie da Place Louis Aragon a vista para o Hôtel de Ville.





Caminhe um pouco pelo Quai de Bourbon para admirar  vista para a Rive Droit.

  

 

Atravesse a Pont Saint-Louis para Île de la Cité e siga pela Rue du Cloitre du Notre Dame, ao lado da Catedral, passe pela Jean Square até o Quai du Marchê Neuf, até chegar a Pont Saint Michel.

  

Atravesse a Pont San Michel até o burburinho do Boulevard Saint Michel, reduto de estudantes da Sorbonne e um dos lugares mais movimentados da cidade. O local foi palco do movimento estudantil de 1968, no Quertie Latin. O Boulevard San Michel foi construíndo em 1869.



O Boulevard San Michel tem fama devido seus cafés literários e livrariaas, que infelizmente vem sendo substituidos por lojas. O Quartie Latin é um dos bairros históricos de Paris, desde a tomada da Lutécia pelos romanos.






Aí é só se perder pela Rue de la Huchette, Rue de la Harpe e Rue Saint-Séverin, onde dezenas de restaurantes étnicos, bistrôs, clubes de jazz e bares e escolher o seu para relaxar depois dessa longa caminhada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário